Tudo que você precisa saber sobre melasma na gravidez: das causas ao tratamento

19/01/2022 melasma na gravidez

Quando uma mulher descobre que está esperando um bebê, ela sabe que muitas transformações corporais a aguardam. Entretanto, algumas dessas mudanças podem incomodar a gestante, como o melasma.  

Mas calma, se você quer evitar essas manchas que surgem no rosto e no corpo, saiba que há ótimas medidas para prevenir a situação, incluindo o uso diário de um bom protetor solar! 

Quer aprender em detalhes como tratar e descobrir como evitar o melasma na gravidez? Veja as principais informações sobre o tema abaixo!  

O que é melasma? 

O melasma é um distúrbio de pigmentação da pele caracterizado por manchas acastanhadas¹ de formato irregular, porém bem definidas², que aparecem principalmente na face, na região das bochechas, em cima dos lábios (no buço) e na testa³. Ele também pode acometer os braços, colo e pescoço¹. 

Esse quadro surge na maioria das vezes por causa de três fatores¹ ³:  

  1. predisposição genética; 
  2. exposição inadequada ao sol; 
  3. aumento dos hormônios durante a gravidez, especificamente a progesterona que influencia diretamente nos hormônios reguladores da síntese de melanina e colágeno. 

Consequentemente, durante a gravidez o melasma acontece com mais frequência, trazendo um escurecimento da pele e manchando com mais facilidade algumas áreas do rosto e do corpo.  

Esse distúrbio afeta especialmente as mulheres com tons de pele entre claro e moreno4, então se esse é o seu caso, tenha cuidado redobrado com a possível ocorrência de melasma na gravidez.  

Entre as condições que pioram o melasma na gravidez estão a irritação na pele, luz artificial (particularmente a de LED) e calor intenso. Além disso, alguns especialistas sugerem também a influência de fatores psicológicos e de estresse4

Apesar de não ser uma situação grave e não oferecer riscos para a saúde4, ela pode trazer problemas para a autoimagem, autoconfiança e autoestima das mulheres que são acometidas por ele5. Por isso, é interessante buscar maneiras de como evitar o melasma na gravidez!  

Como prevenir o melasma na gravidez? 

A principal forma de prevenir o melasma na gravidez é usando e abusando de um protetor solar com FPS no mínimo 305 (alguns dermatologistas chegam a aconselhar FPS 60³). Melhor ainda se ele já tiver uma cor de base6.  

Isso porque os protetores com cor protegem mais contra a luz visível, que junto com os raios UVA, UVB e UVC, fazem parte do espectro eletromagnético7

A luz visível, emitida por fontes artificiais como telas e lâmpadas, penetra profundamente e causa excesso de pigmentação na pele7

Em resumo, é vital que o filtro tenha uma boa proteção física, além de óxido de ferro, uma substância que auxilia a bloquear diversas formas de radiação que acabam estimulando a pigmentação da pele8. O seu uso deve ser feito diariamente, mesmo nos dias nublados.  

Além disso, é crucial que você utilize roupas, chapéus, bonés, óculos escuros, sombrinhas e guarda-sol para se proteger dos raios solares², especialmente dos mais fortes, entre às 10h e 16h. 

Todas essas medidas, que evitam a exposição solar das regiões mais vulneráveis ou que já apresentam melasma, são recomendadas para as gestantes². 

Apesar de o sol ser fundamental para a absorção de vitamina D, tente se expor durante um horário saudável e sempre aplicando protetor solar.  

Outros hábitos que colaboram para clarear o melasma na gravidez são4

Como tratar o melasma na gravidez? 

Quando o melasma aparece na gravidez, é essencial que a gestante procure o acompanhamento de um dermatologista.  

Apenas um profissional gabaritado poderá avaliar corretamente o caso, dizer se as manchas correspondem de fato a um quadro de melasma, prescrever os melhores tratamentos e confirmar quais produtos dermocosméticos podem ser utilizados.  

Entre os tratamentos que podem ser receitados durante e após a gravidez estão¹ ² :  

  • cremes clareadores, à base de ácido kójico, arbutin, ácido azeláico ou hidroquinona após a gravidez; 
  • sessões de peeling, luz pulsada ou laser fracionado, também depois do término da gestação
  • uso contínuo de vitamina C tópica, pois ela ajuda a aumentar os níveis de proteção e prevenção devido ao seu alto poder antioxidante, capaz de neutralizar a ação dos radicais livres; 
  • aplicação de filtro solar para estabilizar os benefícios obtidos por outras medidas. 

Os procedimentos podem demorar até dois meses para surtirem efeitos e não funcionam da mesma maneira em todos os pacientes². 

Por isso, lembre-se sempre: você nunca deve se automedicar, principalmente durante a gravidez, já que estará colocando em risco a sua saúde e também a do feto!  

Quais produtos dermocosméticos posso utilizar para evitar o melasma na gravidez? 

Como a pele das mulheres grávidas está mais suscetível a algumas mudanças, por conta de suas transformações físicas e hormonais, o ideal é entrar em contato com um dermatologista e verificar as principais recomendações de procedimentos e produtos para o seu caso.  

Entre as opções que ele pode te indicar está o uso de um protetor solar com cor para evitar e até mesmo tratar o melasma, como o novo Episol Color da Mantecorp Skincare, uma empresa criada por dermatologistas e que atua há 40 anos cuidando da pele das mulheres brasileiras.  

O Episol Color é um protetor com cor, perfeito para prevenir as manchas em decorrência da exposição solar, disponível em seis tons de pele, com FPS 70. Ele possui alta proteção contra raios UVA, UVB, luz visível e Infravermelho A. 

Além disso, ele ainda promove excelente cobertura e uniformidade da pele, escondendo as possíveis marcas que você já tenha em decorrência do melasma na gravidez. 

Quer conhecer melhor esse produto? Acesse o nosso site

Agora que você já sabe o que fazer quando o melasma na gravidez aparece, que tal continuar lendo sobre cuidados importantes com a pele? Confira no nosso blog mais posts sobre o assunto!  

Referências consultadas:  

1. Sociedade Brasileira de Dermatologia – Regional Rio de Janeiro. Como tratar o melasma na gravidez? Disponível em: <https://sbdrj.org.br/como-tratar-o-melasma-na-gravidez/>. Acesso em: outubro, 2021. 

2. Sociedade Brasileira de Dermatologia. Melasma. Disponível em: <https://www.sbd.org.br/dermatologia/pele/doencas-e-problemas/melasma/13/>. Acesso em: outubro, 2021. 

3. Sociedade Brasileira de Dermatologia. Mantenha a pele lisinha durante a gravidez. 22 maio, 2010. Disponível em: <https://www.sbd.org.br/noticias/mantenha-pele-lisinha-durante-gravidez/>. Acesso em: outubro, 2021. 

4. Trevisan F. Desvendando o Melasma. Sociedade Brasileira de Dermatologia – Regional do Paraná. Disponível em: <https://sbdpr.com.br/2019/desvendando-o-melasma/>. Acesso em: outubro, 2021. 

5. Sociedade Brasileira de Dermatologia. Sociedade Brasileira de Dermatologia ressalta os cuidados essenciais com a pele para a população feminina. 26 maio, 2021. Disponível em: <https://www.sbd.org.br/noticias/sociedade-brasileira-de-dermatologia-ressalta-os-cuidados-essenciais-com-a-pele-para-a-populacao-feminina/>. Acesso em: outubro, 2021. 

6. Trevisan Flávia. Como cuidar da pele durante a gestação. Sociedade Brasileira de Dermatologia – Regional do Paraná. Disponível em: <https://sbdpr.com.br/2019/como-cuidar-da-pele-durante-a-gestacao/>. Acesso em: outubro, 2021. 

7. Harvard Health Publishing. Tinted sunscreens: Benefits beyond an attractive glow. 13 julho, 2020. Disponível em: <https://www.health.harvard.edu/blog/tinted-sunscreens-benefits-beyond-an-attractive-glow-2020071320534>. Acesso em: outubro, 2021. 

8. Sociedade Brasileira de Dermatologia – Regional Rio de Janeiro. Pele de grávida. Disponível em: <https://sbdrj.org.br/pele-de-gravida/>. Acesso em: outubro, 2021. 

posts relacionados