4 dicas de cuidados com a pele para pessoas com sardas no rosto

18/04/2022 pessoas com sarda no rosto

As pessoas com sardas no rosto muitas vezes se perguntam quais são as causas dessa situação, se essas pintas são malignas ou não e como elas surgiram. Mas além disso, uma das principais questões que todas elas devem ter em mente é: como cuidar desse tipo de pele.  

Isso porque as pessoas com sardas no rosto podem ter uma maior predisposição ao câncer de pele, devido à exposição ao sol em excesso e sem cuidados, que justamente resultam nessas manchas.  

Quer saber o que são as sardas e como você pode cuidar da sua pele para evitar novos sinais e também doenças como o câncer? Confira abaixo!  

O que são sardas no rosto? 

As sardas no rosto e no corpo são manchas causadas pelo excesso de melanina. Essa substância é produzida por células presentes na epiderme e são responsáveis pelo pigmento que dá cor à nossa pele¹. 

Essas pintinhas são mais comuns em pessoas de pele clara, ruivas, loiras² e há predisposição genética¹. 

No entanto, ao contrário do que muitos acreditam, as pessoas com sardas no rosto não nascem com essas pequenas pintas¹. A principal razão para o surgimento delas é o excesso de exposição solar durante a vida1,2

Os principais locais que as pessoas costumam ter sardas são2,3

  • face; 
  • colo; 
  • ombros; 
  • braços; 
  • pescoço. 

Durante o verão, as sardas podem reaparecer ou escurecer, já no inverno é possível que elas desapareçam, por conta da renovação celular da pele³. 

Esses pigmentos em si não evoluem para um câncer de pele, mas são um indicativo de que a pessoa está se expondo mais aos raios ultravioletas, um comportamento de risco para o futuro desenvolvimento da doença¹. 

Para um diagnóstico correto, o ideal é procurar a ajuda de um dermatologista para verificar se as manchas em questão realmente são sardas ou se são um indício de alguma enfermidade mais perigosa. 

As sardas, também conhecidas como efélides, são genéticas e aparecem pela primeira vez por volta dos dois anos de idade, após a exposição solar em locais como rosto, pescoço, braços e peito. A cor varia de vermelho a marrom escuro e elas podem desaparecer com a idade.  

Além delas, existe outro tipo de mancha parecido, chamado lentigo solar ou manchas solares, que aparecem à medida que envelhecemos e são comuns para quem tem 40 anos ou mais. Podem aparecer em qualquer área do corpo exposta ao sol, variam de cor entre amarelo claro e marrom escuro e têm bordas claras. 

Como você viu, ambas têm uma relação direta com a exposição aos raios UV, por isso devem ser igualmente protegidas. 

Além dessas, existem outros tipos de marcas que podem surgir, como aquelas que aparecem em decorrência do melasma e da fitofotodermatose5.  

Sempre que notar algo suspeito, não deixe de buscar o apoio de um dermatologista.  

Como as pessoas com sardas no rosto podem cuidar da pele? 4 dicas  

A melhor maneira para as pessoas com sardas no rosto cuidarem da pele é se protegendo contra o sol. Além disso, elas também podem investir em cremes com o objetivo de amenizar essas pequenas manchas, como os indicados abaixo. 

1 – Siga uma rotina de skincare 

Assim como outros indivíduos, as pessoas com sardas no rosto se beneficiam da adoção de uma rotina de skincare com três passos simples: limpeza, hidratação e proteção. 

Ao adotar essa prática, mesmo em uma idade avançada, você estará auxiliando a reverter alguns danos e a prevenir futuros efeitos do processo de envelhecimento da pele7

Para isso, o skincare precisa ser feito duas vezes ao dia, de manhã e à noite. Você começa limpando a sua pele com um sabonete adequado para ela, com o intuito de remover todas as impurezas acumuladas ao longo do dia no rosto e no corpo8.  

Em seguida, é hora de passar o creme hidratante, responsável por manter o brilho e beleza da pele, além de garantir a integridade da barreira de proteção cutânea. Por fim, você deve aplicar o protetor solar, do qual falaremos mais abaixo8.  

Quer saber em detalhes como fazer um skincare efetivo? Confira nosso texto “Tudo sobre skincare: aprenda agora como ter uma rotina eficaz de cuidados com a pele”. 

2 – Aplique um protetor solar diariamente  

No caso específico de pessoas com sardas no rosto, a proteção solar é ainda mais fundamental, já que o próprio surgimento das manchas tem relação direta com a exposição inadequada aos raios UV.  

Para proteger apropriadamente a sua pele, você deve3,8

  • optar por um filtro solar de FPS no mínimo 30; 
  • escolher um produto que proteja contra os raios UVA, UVB, infravermelho e luz visível e que seja resistente à água; 
  • aplicar o protetor em casa e reaplicar ao longo do dia a cada duas horas, mesmo em dias nublados.  

3 – Utilize também barreiras físicas ao se expor ao sol  

Além do filtro solar, outra medida para preservar a sua pele dos danos causados pelos raios UV é utilizando barreiras físicas quando for se expor ao sol.  

Isso significa usar1,3,9:  

  • roupas com mangas compridas, de preferência de tecidos de algodão, que bloqueiam a maior parte da radiação UV; 
  • chapéus e bonés; 
  • óculos de sol; 
  • barracas; 
  • guarda-sol. 

Além disso, evite o sol mais forte entre as 10h e 16h e prefira ficar na sombra3

4 – Use cremes clareadores 

As pessoas com sardas no rosto que desejam amenizar aos poucos essas manchas podem investir em alguns cremes tópicos clareadores que contenham os seguintes ingredientes³: 

Mas lembre-se de consultar um dermatologista para avaliar quais formulações são melhores para o seu caso, pois todos esses tratamentos podem ter efeitos colaterais, como o surgimento de cicatrizes. 

Qual protetor solar as pessoas com sardas no rosto podem utilizar? 

Um dos principais hábitos que as pessoas com sardas no rosto precisam adotar para cuidar adequadamente da saúde da sua pele é o uso diário do protetor solar. 

Para esses casos, você conta com a linha Episol Color, da Mantecorp Skincare. Esse protetor solar com cor é ainda mais interessante para quem busca opções de maquiagem para pessoas com sardas.  

Isso porque o Episol Color é uma linha com seis tons de pele disponíveis, que tem alta proteção contra raios UVA, UVB, luz visível e Infravermelho A.  

Ele promove uma cobertura perfeita e a uniformidade da pele, com um efeito natural, e também suaviza e diminui rugas e linhas de expressão. 

O seu efeito matificante e toque seco deixam a pele com uma sensação de limpeza. Além disso, ele é hipoalergênico e não comedogênico. 

Quer inserir esse protetor solar na sua rotina de cuidados com a pele? Confira mais detalhes sobre ele no nosso site

Referências consultadas:  

1. Sociedade Brasileira de Dermatologia – Regional Rio de Janeiro. O que são e como surgem as sardas? Disponível em: <https://sbdrj.org.br/o-que-sao-e-como-surgem-as-sardas/>. Acesso em: fevereiro, 2022. 

2. Sociedade Brasileira de Dermatologia – Regional Rio de Janeiro. Sardas: charme ou perigo. Disponível em: <https://sbdrj.org.br/sardas-charme-ou-perigo/>. Acesso em: fevereiro, 2022. 

3. Sussons B. What to know abotut freckles. MedicalNewsToday. 26 outubro, 2018. Disponível em: <https://www.medicalnewstoday.com/articles/323471>. Acesso em: fevereiro, 2022. 

4. Booth S. Freckles. WebMD. 16 setembro, 2020. Disponível em: <https://www.webmd.com/skin-problems-and-treatments/freckles-skin-spots>. Acesso em: fevereiro, 2022. 

5. Holderbaum PSC. Atenção às manchas – Dra. Patrícia Holderbaum. Sociedade Brasileira de Dermatologia – Secção RS. Disponível em: <https://sbdrs.org.br/atencao-as-manchas-dra-patricia-s-c-holderbaum/>. Acesso em: fevereiro, 2022. 

6. Harvard Health Publishing – Harvard Medical School. On the spot. 1 junho, 2020. Disponível em: <https://www.health.harvard.edu/diseases-and-conditions/on-the-spot>. Acesso em: fevereiro, 2022. 

7. Harvard Health Publishing. Harvard Medical School. About face. 1 novembro, 2020. Disponível em: <https://www.health.harvard.edu/staying-healthy/about-face>. Acesso em: fevereiro, 2022. 

8. Sociedade Brasileira de Dermatologia. Cuidados diários com a pele. Disponível em: <https://www.sbd.org.br/cuidados/cuidados-diarios-com-a-pele/>. Acesso em: fevereiro, 2022.   

9. Sociedade Brasileira de Dermatologia. Cuidados com a pele no verão. Disponível em: <https://www.sbd.org.br/cuidados/cuidados-com-a-pele-no-verao/>. Acesso em: fevereiro, 2022. 

Imagem com as embalagens de produtos da categoria Proteção Solar

posts relacionados