Quais são as melhores vitaminas para a pele? Saiba tudo sobre esses micronutrientes

11/11/2021 melhores vitaminas para pele

Uma das principais recomendações para ter uma pele saudável é a correta ingestão ou uso tópico das melhores vitaminas para pele. Isso porque elas são responsáveis, entre outros, por auxiliar na produção de colágeno, combater os radicais livres e garantir uma saúde plena do maior órgão do corpo humano.  

Entre os micronutrientes que cumprem essas funções estão:  

  1. vitamina A; 
  1. vitaminas B3 e B8; 
  1. vitamina C; 
  1. vitamina D; 
  1. vitamina E; 

Conheça em detalhes as melhores vitaminas para pele e quais são as suas fontes para o nosso organismo!  

Quais são as melhores vitaminas para a pele?  

As melhores vitaminas para pele são as seguintes: A, B3, B8, C, D e E. Cada uma tem funções específicas para a manutenção da saúde do maior órgão do nosso corpo e no tratamento e prevenção de doenças e condições que possam atingi-lo.  

Elas atuam combatendo o envelhecimento da pele por fatores intrínsecos e extrínsecos¹. O primeiro é causado pelo desgaste natural das células do corpo, ou seja, acontece com o passar do tempo que traz rugas, flacidez, pele seca e fina. Já o segundo tipo é causado por hábitos externos, como a radiação solar, poluição, fumo, álcool e sedentarismo. 

Além disso, essas vitaminas auxiliam em situações como acne, psoríase, dermatite atópica e até mesmo no combate ao câncer de pele, por meio da adequada ingestão ou uso tópico, por meio de cremes, por exemplo. Conheça melhor cada uma delas.  

Vitamina A 

A vitamina A, também chamada de retinol, é um micronutriente lipossolúvel (metabolizado pela gordura) que tem um comprovado efeito antioxidante para o nosso organismo¹.  

Isso é importante porque a ação antioxidante tem como principal foco o combate ao excesso de radicais livres e o auxílio na manutenção da integridade das células, atuando na prevenção do envelhecimento da pele¹. 

Inclusive, o excesso de radicais livres é reconhecido por pesquisas como um fator que favorece esse envelhecimento. Eles são produzidos continuamente pelo nosso organismo e é papel dos antioxidantes neutralizá-los. Por isso, vitaminas como a A, C e E são tão essenciais para a saúde da nossa epiderme¹. 

Além de seu efeito antioxidante, ela auxilia na substituição diária das células da pele, assegurando que os tecidos do corpo atuem promovendo barreiras contra infecções². 

Em resumo, ela é uma das melhores vitaminas para pele porque atua em³: 

  • tratamento da psoríase; 
  • combate e trata acne; 
  • prevenção do câncer de pele; 
  • combate o envelhecimento da pele por conta da idade e de absorção de raios solares (fotoenvelhecimento). 

Para ingerir a quantidade adequada de vitamina A, é preciso investir em uma alimentação saudável rica em ingredientes como cenoura, manga, mamão, abóbora, ovos e leite². 

Vitaminas do complexo B 

O complexo B é formado por diversos micronutrientes, entre os quais se destacam as seguintes melhores vitaminas para pele: B3 (niacina) e B8 (biotina).  

A vitamina B3, ou niacina, está diretamente envolvida na reparação do nosso DNA e na energia necessária para o metabolismo celular³. Ela traz diversos benefícios para a pele, entre os quais estão³: 

  • pode ser usada no tratamento da acne, rosácea ou outras inflamações, devido ao seu efeito anti-inflamatório; 
  • é útil no tratamento de dermatite atópica; 
  • por meio de seu uso tópico, é capaz de manter a hidratação da pele, fazendo com que ela perca menos água. 

Além de ajudar na reparação do DNA, estudos sugerem que ela possui um papel como agente na prevenção do câncer de pele³. 

Já a vitamina B8, também conhecida como vitamina B7, vitamina H ou biotina, é famosa por contribuir não só com a saúde da pele, mas dos cabelos e unhas³. 

A niacina está presente em alimentos como amendoim, frango, salmão, gérmen de trigo e carne moída. Por sua vez, a biotina pode ser ingerida por meio de avelãs, amêndoas, farelo de trigo, farelo de aveia, mamão papaia e leite desnatado4

Vitamina C 

A vitamina C, junto com a A e E, é reconhecida por seu efeito antioxidante e por combater os radicais livres¹. Isso faz com que ela tenha um uso muito amplo em produtos dermocosméticos. 

Além disso, ela é utilizada para reduzir os danos provocados pelo processo natural de envelhecimento da pele. Isso porque ela auxilia a manter a firmeza e sustentação da pele, além de neutralizar as ações de radicais livres5

Esse micronutriente também modula os efeitos negativos dos raios UV, por isso é considerado como um fator de tratamento e prevenção de fotoenvelhecimento³ (ou seja, o desgaste da pele por exposição solar excessiva). 

Também é um dos fatores essenciais na síntese de colágeno no organismo, uma substância responsável por manter a camada mais grossa da pele 6, evitando que ela fique fina, seca e com rugas5

Entre as principais fontes de vitamina C estão frutas como laranja, morango, kiwi, melão, goiaba, uva, tomate, acerola, melancia e suco de limão4

Vitamina D 

Conhecida como a vitamina do sol, a vitamina D é produzida diretamente pela nossa pele ao absorver raios solares e fazer a síntese deste micronutriente.  

Ela é um pró-hormônio que atua nas regulações do sistema imune e no combate à proliferação de células invasoras no nosso organismo. 

Estudos demonstram que é possível que o tratamento com vitamina D reduza o risco de danos ao DNA por conta da radiação ultravioleta. Outras pesquisas indicam a importância dela no tratamento de doenças como a psoríase leve³ 7

Entre seus benefícios para a pele estão7

  • efeitos antimicrobianos; 
  • auxílio ao sistema imune; 
  • fotoproteção; 
  • cura de feridas; 
  • contribuição ao combate de doenças como câncer de pele, acne e rosácea. 

Vitamina E  

Por fim, a última das melhores vitaminas para a pele é a E, também conhecida como tocoferol. Ela possui uma atividade antioxidante que depende da ação de outros micronutrientes como a vitamina C, selênio e vitamina B2³. 

Por conta da sua ação antioxidante, é fundamental no retardo do envelhecimento precoce da pele. Também foi comprovado que ela é útil em outras situações, como na prevenção de cicatrizes, dermatite atópica e acne³. 

Alguns estudos demonstram a atuação da vitamina E na defesa contra danos ao DNA¹. Além disso, ela possui uma função importante na proteção contra doenças crônicas não transmissíveis como o câncer¹. 

Suas principais fontes são óleos de amêndoa, girassol ou de gérmen de trigo, sementes de girassol, avelã, amendoim e amêndoa4

Conclusão 

Esses micronutrientes são fundamentais para a manutenção da saúde de todo nosso corpo e especialmente da nossa pele, que tem uma função essencial na defesa e proteção de todo o organismo. É possível obtê-las pela alimentação, ao tomar sol (no caso da vitamina D), via uso tópico e por meio de nutricosméticos e formulações que contenham essas substâncias.  

E você, está ingerindo as melhores vitaminas para pele? A adequada absorção delas garante a sua atuação na prevenção de doenças como o câncer de pele, na manutenção do colágeno, ação contra radicais livres e tratamento de questões como a acne.  

Para manter os níveis de vitaminas adequados na sua pele e garantir os benefícios desses micronutrientes é possível utilizar os nutricosméticos da Linha Nouve. Eles possuem ingredientes que auxiliam no combate aos sinais de envelhecimento, contendo peptídeos de colágeno, vitaminas A, B, C, D, E e minerais que atuam para ajudar no rejuvenescimento da pele. Saiba mais sobre essa solução para manter a saúde da sua epiderme em dia.  

Referências consultadas:  

1. Santos MP, Oliveira NRF. Ação das vitaminas antioxidantes na prevenção do envelhecimento cutâneo. Revista Eletrônica Disciplinarum Scientia. 2014; 1(15): 75-89. Disponível em: <https://periodicos.ufn.edu.br/index.php/disciplinarumS/article/view/1067>. Acesso em: julho, 2021. 

2. Gilbert C. What is vitamin A and why do we need it? Community Eye Health Journal. 2013; 26(84): 65. Disponível em: <https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC3936685/>. Acesso em: julho, 2021. 

3. Dattola A et al. Role of Vitamins in Skin Health: a Systematic Review. Current Nutrition Reports. 9 setembro, 2020; 9(3): 226-235 Disponível em: <https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/32602055/>. Acesso em: julho, 2021. 

4. Cozzolino SMF. Biodisponibilidade de nutrientes. 5. ed. Barueri: Manole, 2016. 

Consulta em: julho, 2021.  

5. Mangela TPA, Martins ASS. Benefícios da vitamina C na pele. ENCICLOPÉDIA BIOSFERA, Centro Científico Conhecer. 15 março, 2021; 18(35): 41-55. Disponível em: <http://www.conhecer.org.br/enciclop/2021A/beneficios.pdf>. Acesso em: julho, 2021 

6. Manela-Azulay M et al. Vitamina C. Anais Brasileiros de Dermatologia. Maio/junho, 2003; 78 (3): 265-274. Disponível em: <https://www.scielo.br/j/abd/a/hgLDMrqkx63MpNKC8XH5TzG/?lang=pt>. Acesso em: julho, 2021. 

7. Mostafa WZ, Hegazy RA. Vitamin D and the skin: Focus on a complex relationship: A review. Journal of Advanced Research. Novembro, 2015; 6(6): 793–804. Disponível em: <https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC4642156/>. Acesso em: julho, 2021. 

posts relacionados