Qual é o principal tratamento para caspa no cabelo?

30/03/2021 tratamento para caspa no cabelo

O shampoo anticaspa é o principal tratamento para caspa no cabelo. Isso porque esse tipo de shampoo é formulado com um ou mais ingredientes ativos capazes de reduzir a caspa. Existem diversas substâncias que trazem bons resultados, mas cada uma age de forma distinta. Por isso, é muito importante consultar um dermatologista antes de usar.

Mas, para que você entenda tudo sobre o tratamento para caspa no cabelo, este artigo irá abordar os seguintes assuntos:

  • O que causa a caspa no cabelo?
  • Tratamento para cabelos com caspa
  • 4 dicas de como prevenir a caspa
  • Produtos para tratar a caspa do cabelo

Boa leitura!

O que causa a caspa no cabelo?

A causa da caspa é algo bem complexo, porque comprovadamente algumas condições e fatores podem causá-la, mas, em alguns casos, a origem pode não ser clara. Os principais causadores costumam ser os seguintes:

  • Dermatite seborréica: é uma inflamação crônica que pode afetar várias partes do corpo, mas prejudica principalmente o couro cabeludo, fazendo com que ele fique oleoso, irritado, vermelho e descamando. As causas dessa inflamação também não são muito claras, podendo ser originada por genética ou fatores externos;
  • Fungos: existe um fungo chamado Malassezia que se reproduz rapidamente em áreas muito oleosas. Então, se o seu couro cabeludo possui um excesso de sebo, pode haver o crescimento desses fungos, que irritam a pele e a fazem descamar;
  • Produtos inadequados e processos estéticos: dependendo da fórmula química de um produto, ele pode irritar o seu couro cabeludo e causar a caspa. Além disso, processos estéticos, como a escova progressiva, utilizam compostos químicos extremamente fortes que têm altas chances de irritar o couro cabeludo.

Além dessas causas, diversos outros fatores podem provocar a caspa ou aumentar a propensão de tê-la. Veja a seguir alguns desses fatores:

  • Má alimentação;
  • Banho quente;
  • Estresse;
  • Idade;
  • Níveis hormonais;
  • Condições médicas que afetam o sistema imunológico, como o HIV.

Tratamentos para cabelos com caspa

O principal tratamento para caspa no cabelo é a utilização de shampoo anticaspa. Contudo, antes de comprar um shampoo desse tipo no mercado, é recomendado que você visite um dermatologista para avaliar o seu quadro.

Essa consulta é essencial porque há diversos ingredientes ativos que são utilizados pelos shampoos, e eles agem de formas distintas. Sendo assim, um dermatologista saberá indicar a melhor fórmula. Os ingredientes mais comuns são os seguintes:

  • Ácido salicílico: substância que possui ação antimicrobiana, o que a torna capaz de acabar com bactérias e fungos ou prevenir contra eles. E ela também ajuda a acabar com o excesso de células mortas no couro cabeludo provocado pela descamação;
  • Ácido salicílico + enxofre: o enxofre atua como um amplificador da ação antimicrobiana do ácido salicílico. Por isso, juntos, eles têm uma ação ainda mais forte contra bactérias e fungos;
  • Alcatrão (coaltar): tem ação antifúngica, ajuda a reduzir a quantidade de células mortas no couro cabeludo, diminui a oleosidade e controla inflamações. Entretanto, é preciso controlar seu uso, porque pode deixar o couro cabeludo sensível ao sol e causar alterações na cor do cabelo;
  • Piritionato de zinco: possui ação antifúngica, anti-seborreica e antibacteriana. Sendo assim, ajuda a acabar com bactérias e fungos, além de diminuir a oleosidade do couro cabeludo;
  • Ciclopirox olamina: tem propriedade antimicótica, que é capaz de tratar as micoses tópicas, que são infecções causadas por fungos;
  • Sulfeto de selênio: possui ação antifúngica, ajuda a diminuir a oleosidade do couro cabeludo e desacelera a morte das células da pele;
  • Cetoconazol: tem propriedade antifúngica, ajudando a acabar com os fungos e preveni-los.

4 dicas de como prevenir a caspa

1. Evite tomar banhos quentes

O banho quente faz as glândulas sebáceas aumentarem a secreção de sebo no couro cabeludo, deixando-o mais oleoso. E isso possibilita a proliferação de fungos causadores da caspa.

E os prejuízos da água quente para a pele vão além disso. Afinal, em outras partes do corpo ela causa o ressecamento, que pode resultar em dermatites, ou seja, inflamações.

2. Procure manter uma rotina sem estresse

O sistema imunológico é o responsável por atuar na contenção dos fungos e inflamações. Mas o estresse pode enfraquecer essa defesa do corpo. Isso porque essa condição afeta a produção dos linfócitos, que são as células que defendem o corpo.

Diante disso, o corpo fica sujeito à proliferação de fungos e ao surgimento de inflamações. E isso pode resultar no crescimento desordenado da Malassezia no couro cabeludo, assim como no desenvolvimento de dermatites.

Portanto, tente manter o seu dia a dia tranquilo, sem situações estressantes. Sabemos que isso pode ser uma tarefa difícil, mas algumas técnicas de relaxamento, como meditação e yoga, podem ajudar nisso.

3. Escolha o shampoo adequado para você

Como já dito, produtos com fórmulas muito agressivas podem causar irritação e, consequentemente, resultar em caspa. Por isso, tenha muita atenção na hora de comprar um shampoo ou outros produtos para o cabelo.

Sempre leia o rótulo e procure entender se as substâncias presentes podem causar algum efeito adverso. E também busque produtos específicos para o seu tipo de cabelo.

Um ponto a se destacar é que para seguir essa dica pode ser preciso fazer alguns testes. Afinal, você apenas saberá a reação do seu couro cabeludo aos produtos se utilizá-los em algum momento.

E, para fazer uma escolha mais acertada, é preciso consultar um dermatologista, pois esse profissional saberá identificar e indicar o melhor tipo de shampoo para você.

4. Mantenha uma boa alimentação

Manter uma alimentação rica em todos os nutrientes essenciais pode ser de grande ajuda no tratamento para caspa no cabelo. Isso porque certas deficiências nutricionais podem causar alterações no funcionamento do organismo.

Sendo assim, recomendamos consultar um nutricionista para que ele possa avaliar como está a sua ingestão e se existe a necessidade de suplementação alimentar.

Produtos para tratar a caspa do cabelo

Como mostrado, o shampoo anticaspa é o melhor método de tratamento para caspa no cabelo. Entretanto, ele pode ser formulado com diversos ingredientes ativos. Sendo assim, é necessário avaliar qual é o melhor para a sua situação.

Então, mais uma vez afirmamos que consultar um dermatologista é a melhor forma de encontrar o produto mais adequado para o seu tratamento para caspa no cabelo.

Afinal, um especialista tem o conhecimento necessário para identificar a sua condição e indicar o melhor ingrediente ativo.

Dessa forma, as chances de você ter resultados efetivos é muito maior, assim como há mais chances de a fórmula não causar nenhuma reação adversa no seu couro cabeludo.

Nesse contexto, de shampoos anticaspa que trazem resultados visíveis sem agredir o couro cabeludo, nós indicamos dois da Mantecorp Skincare: o Pielus e o Pielus DI.

O Pielus é formulado com ácido salicílico, zinco PCA, piroctona olamina e o exclusivo complexo Oil Control. Essas substâncias, em conjunto, são capazes de reduzir a oleosidade e a descamação sem agredir os fios. Além disso, ele também possui ação antifúngica.

O Pielus DI também conta ácido salicílico, zinco PCA, piroctona olamina e o exclusivo complexo Oil Control. No entanto, ele é indicado para a caspa intensa, pois possui uma ação mais forte.

Sendo assim, ele é capaz de reduzir a descamação intensa, a coceira e a oleosidade sem ressecar o couro cabeludo.

As informações sobre o tratamento para caspa no cabelo foram úteis para você? Deixe um feedback nos comentários e continue acompanhando nossos conteúdos!

Referências

G1 Itapetininga. Banho quente pode fazer mal à pele e ao cabelo, diz especialista de Tatuí. TV Tem, 2014. Disponível em: <http://g1.globo.com/sao-paulo/itapetininga-regiao/noticia/2014/10/banho-quente-pode-fazer-mal-pele-e-ao-cabelo-diz-especialista-de-tatui.html#>. Acesso em: 31 jan. 2021.

Paiva, Ilana. Caspa pode ser um sintoma de estresse. Blog da Saúde, 2013. Disponível em: <http://www.blog.saude.gov.br/promocao-da-saude/30219-caspa-pode-ser-um-sintoma-de-estresse>. Acesso em: 31 jan. 2021.

Sociedade Brasileira de Dermatologia. Dermatite seborreica. 2017. Disponível em: <https://www.sbd.org.br/dermatologia/pele/doencas-e-problemas/dermatite-seborreica/3>. Acesso em: 31 jan. 2021.

American Academy of Dermatology Association. How to treat dandruff. Disponível em: <https://www.aad.org/public/everyday-care/hair-scalp-care/scalp/treat-dandruff>. Acesso em: 31 jan. 2021.

Mayo Clinic. Dandruff. 2019. Disponível em: <https://www.mayoclinic.org/diseases-conditions/dandruff/symptoms-causes/syc-20353850>. Acesso em: 31 jan. 2021.

Brazier, Yvette. How to treat dandruff. Medical News Today, 2020. Disponível em: <https://www.medicalnewstoday.com/articles/152844>. Acesso em: 31 jan. 2021.

Pevzner, Holly. What Is Dandruff? Symptoms, Causes, Diagnosis, Treatment, and Prevention. Everyday Health, 2020. Disponível em: <https://www.everydayhealth.com/dandruff/guide/>. Acesso em: 31 jan. 2021.

WebMD Medical Reference. Dandruff Treatment. 2020. Disponível em: <https://www.webmd.com/skin-problems-and-treatments/understanding-dandruff-treatment#1>. Acesso em: 31 jan. 2021.

Cole, Gary W. Dandruff (Seborrhea). MedicineNet, 2020. Disponível em: <https://www.medicinenet.com/seborrhea/article.htm>. Acesso em: 31 jan. 2021.

posts relacionados